Dicas Paris.

Paris

Cidade de grandes batalhas, revoluções e do Imperador Napoleão Bonaparte, rica em História e cheia de monumentos que fazem da cidade um lugar único! Sem contar que nela está o monumento pago mais visitado do Mundo, também pudera, a Torre Eiffel é uma construção linda e de tirar o folego de qualquer um! Não posso esquecer de citar, os museus e muito menos os palácios que são fáceis de serem visitados, como o de Versalhes com um mágico jardim. Vamos então as dicas de Paris! Que vão ajudar você a não perder nenhum segundo na cidade maravilhosa que é Paris!

[small_header]Transporte.[/small_header] Cheguei! Paris que alegria! Cidade luz, e muita ansiedade no peito! Quero conhecer tudo, mas para isso preciso primeiro chegar ao centro da cidade e sair do aeroporto! Estava no Roissy Charles de Gaulle, e encontrei algumas opções de transporte público para chegar até o centro da cidade. Escolhi o trem, ele tem integração com metro, porém se você estiver com muitas malas isso pode ser um problema, existem algumas baldeações e escadarias que estão sempre presentes nas estações! Para quem prefere não correr este desagrado, existe a possibilidade de ir com ônibus.

Minha escolha sempre é o trem por um simples motivo, é mais fácil transitar onde você não conhece, tem todo trajeto escrito nas estações, onde passa ou deixa de passar, além de ser dito o nome de cada estação que se para, coisa que o ônibus não faz e eu sempre fico meio perdida. Coloquei dois links úteis aqui para compra de transporte público e do trem com algumas dicas adicionais, como mapa das linhas que ajudam a planejar a viagem.

Outra dica muito boa é o PARIS VISITE , uma opção do metro que deixa você transitar o dia inteiro por um preço fixo (existem pacotes com mais dias), você também pode escolher as zonas que quer transitar no dia e pagar mais caro ou barato nesse passe, sem contar que também dão um mapinha da cidade com vários descontos pela cidade o que é bem interessante. Uma palavra que vocês vão ver muito nos metros ou trens de Paris é sortie que significa saída, eu não falo francês, então demorei um pouco até entender isso.

O metro é todo ligado e depois que se pega o jeito é bem fácil, pode chegar a qualquer lugar da cidade com ele e foi assim que me locomovi por lá.

Os pontos turísticos não são muito longe, eu pegava o passe das zonas 1 até 3 e foi mais que útil! O único dia que não fiz isso foi quando fui a Versalhes, que fica mais longe. [small_header]Alimentação.[/small_header] Mercado, sempre que falo em economia de comida, principalmente na Europa, eu cito o mercado, sempre encontro coisas boas e baratas para comer, e não são coisas para cozinhar, não! São coisas prontas!


Agora se quiser economizar no restaurante, o almoço é mais barato que o jantar, mesmo que seja o mesmo prato! Sem contar que me deparei com lugares que na janta cobravam preço mínimo por pessoa. O atendimento é difícil! Coisa de esperar MUITO para ser atendido, e fazem como se fosse um favor, raros foram os lugares que pessoal era bem simpático, só vi isso na Champs-Élusées•.

[small_header]Hospedagem.[/small_header] O lugar que achei mais legal para gente mais nova, principalmente para se hospedar (bem mais barato) é perto do Moulin Rouge, muitos dizem que é perigoso, mas não vi nada demais e também fica perto da Sacré-Coeur , uma linda basílica que o pessoal jovem fica na escada cantando, bebendo e se divertindo perto do fim de tarde, sem contar as ruelas perto dessa basílica que são bem arrumadinhas, lindas, cheia de restaurantes e com muitas lojas de souvenir que em geral são mais baratos.


[small_header]Palácio de Versalhes.[/small_header] O transporte para Versalhes é muito fácil, não precisa comprar pacote para ir lá. Apesar de ser um pouco longe do centro da cidade, o trem faz isso com facilidade e ainda é decorado como uma biblioteca, lindo lindo!




[small_header]Outras dicas.[/small_header] Andar pela Champs-Élusées é bem gostoso, principalmente para os que gostam de carro, lá concentra várias lojas vitrines, com verdadeiros museus automobilísticos! Entrei em cada uma delas e não me arrependi, entretanto confesso que ao final da rua meus pés já estavam cheio de bolhas e doloridos, a rua é enorme! Mulheres que gostam de compras em lojas tipo Louis Vuitton, lá é o paraíso, eu não curto muito, mas entrei por ser uma atração à parte, com suas bolsas beirando os 20 mil euros, dei uma olhada me choquei com os preços e saí.


Um lugar que descobri sem querer foi o terraço da Galeria Lafayette, lá você consegue descansar um pouco e ainda tem a vista de Paris privilegiada! Consegue enxergar tudo de cima, é um shopping cheio de marcas boas, com praça de alimentação com fast food e ainda tem esse tesouro escondido!


Não deixe ao menos de passar em frente à Academia Nacional de Música! Uma das construções mais bonitas que já vi, com detalhes dourados e rostos dos músicos mais famosos de antigamente, Beethoven, Mozart, entre outros. Simplesmente linda e como fiz um trajeto bem longo andando, acabei usando as escadarias como pit stop.



Espero que tenha ajudado a montar seu roteiro para essa cidade linda! Se tiver alguma dica extra ou um dúvida, é só comentar aqui em baixo! Ficarei feliz em responder. Boa viagem!

#paláciodeversalhes #outrasdicas #Paris #travel #hospedagem #dicas #tripalimentação #transporte #frança

Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Tem dicas, sugestões ou dúvidas? Envie agora mesmo a sua mensagem!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram