Estrada Real Cunha

Surpresas pelas cidades.

[xt_video type=”youtube” clip_id=”ErEnXFLc6Ts”]

Chegamos e a fome era gigantesca, já estava bem tarde, caçamos um lugar e achamos logo na entrada, com P.F. por R$6,00, isso mesmo, SEIS REAIS! Não acreditei, uma senhora muito educada nos atendeu e cada um fez seu pedido, acabamos escolhendo carne e frango, que vieram em 4 pratos com arroz e feijão, travessa de batata frita, salada e carnes muito bem servidas em travessas separadas, uma delicia!


Alimentados e felizes, podíamos finalmente seguir, entramos na cidade e passeamos um pouco para conhecer o lugar, descobrimos que é riquíssimo em cachoeiras, mas como o tempo era curto não deu para aproveitar, já estava tarde! A meta era chegar a São Lourenço no final do primeiro dia, mas o imprevisto com carro atrasou tudo e com a chegada da noite, preferimos ficar por Cunha mesmo. Os squindô da bateria já fazia seu aquecimento e os pimpolhos sambavam, com muitos confetes e serpentinas, uma animação de dar gosto, foi à primeira vez na viagem que paramos para aproveitar o carnaval e nos surpreendemos com a festa local.


Decidimos ficar, mas onde nos hospedar? Ai , ai, a cidade está LOTADA! Hotéis, pousadas e campings, na verdade nem achei camping, tudo sem vaga. Pelo menos acabamos conhecendo toda a cidade a procura de onde dormir e na nossa última tentativa, pertinho do centro, um hotel modesto de um senhor pra lá de simpático, respondeu nossas preces! Tinha vaga para todos, já que para nossa sorte, o grupo que tinha alugado o local para o carnaval, desistiu em cima da hora e não foi. Ficamos muito felizes e decidimos ficar no Hotel Belvedere, por um preço justo e café da manhã, nham miam! Muito bom! Deixamos nossas coisas no Hotel e finalmente tomei um banho, partiu aproveitar a cidade! Jantamos em uma pizzaria à lenha deliciosa e logo corremos para curtir o carnaval que chamava de longe com sua bateria animada. Queríamos ter ficado mais, mas a previsão de partida no dia seguinte era 7 da manhã, com malas arrumadas e prontos para o café, afinal tínhamos que correr contra o tempo perdido pelo incidente com o carro.


Acordamos, arrumamos tudo e quando subimos para o café, uma deliciosa surpresa! Primeiro que adiantaram o café para gente, já que sabiam da nossa pressa e depois que quase tudo era feito por eles, até os pães mais elaborados, estavam divinos, achei muito legal, adorei!


A estrada estrava gritando meu nome e era hora de partir, seguimos pelas trilhas da Estrada Real e a próxima cidade seria Guaratinguetá, teoricamente cidade de passagem, sem saídas do carro, mas as trilhas da Estrada Real quase sempre acabam ou começam nas igrejas matriz e assim que chegamos vimos a Catedral Santo Antônio de Guaratinguetá, nos encantamos de cara e não tem como fugir dela, é tão linda que tivemos que parar, afinal até Don Pedro II esteve por lá, como a Cris não iria?? Sua construção é da data de 1630, porém só ficou pronta em 1651, magnifica, não? A cidade também é conhecida por ser a morada de Frei Galvão, o Primeiro Santo Brasileiro. Sua casa é bem famosa por lá e leva religiosos do Mundo inteiro para sua visita, mas essa atração ficou para próxima, já que ainda havia muitos quilômetros para nossa meta do dia.


Começamos a trilha de Guaratinguetá para Vila do Embaú mesmo com a informação de uma ponte que caiu e impediria o acesso do carro, seguimos até que tcharãm, as esperanças de terem consertado foi por água a baixo literalmente, ponte quebrada ainda! Sim ainda não consertaram e era impossível passar, tivemos que pegar um desvio que nos levou para uma outra estrada, poxa queria ter feito tudo de trilha, mas vamos que vamos. Passamos por Vila do Embaú e nem vimos, pela estrada é muito mais rápido e quando nos demos conta já tínhamos cruzado a divisa do Estado de São Paulo para Minas Gerais. Encontramos um mirante pelo caminho com uma capelinha, paramos para tirar foto e ainda compramos amoras, vermelhinhas, fresquinhas, lindas! Ah e a vista? Verde pelo horizonte inteiro.


Hey! Simbora que já tá ficando tarde, seguimos até Passa Quatro, primeira cidade que entramos em Minas Gerais, uai então vamos parar. Hiii, mas os relatos dela e das próximas vão ficar para o próximo post, e onde será que vou dormir? E as trilhas da Estrada Real, vou continuar por elas ou pela estrada normal? Semana que vem tem tudo isso aqui para vocês.

#quecarro #viajandodecarro #minasgerais #comoir #Guaratinguetá #EstradaRealCunhaGuaratinguetá #EstradaRealGuaratinguetáViladoEmbaú #carro #caminhovelho #passa4 #mg #trilhasestradareal #ondeir #comochegarr #pontequebrada #ER #sãopaulo #ViladoEmbaú #Estradareal #gasolina #sãolourenço #viagemdecarro #InstitutoEstradaReal #trilha #ParatyCunha #posto #caminho #estraada #sp #Passaquatro #trilhaestradareal #passaquatromg #EstradaRealParatyCunha #VilhadoEMBAÚsp

Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Tem dicas, sugestões ou dúvidas? Envie agora mesmo a sua mensagem!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram