Galícia o lugar de águas cristalinas

Aldán um paraíso particular

Desde que nos mudamos para Europa não tínhamos ido em nenhuma praia paradisíaca e eu estava louca para conhecer as famosas praias cristalinas da Galícia (Galiza), na Espanha. Sabíamos que o trajeto seria breve, em média um pouco mais de uma hora daqui de Braga no norte de Portugal, mas não sei o motivo do porque sempre deixávamos para depois. Talvez o tempo de acertar as coisas e deixar o gostinho da surpresa e ansiedade melhorar as coisas.

Eu, sinceramente não queria conhecer mais um local super badalado da região, queria mesmo uma praia só para mim! O tempo estava se esgotando e talvez este fosse o último final de semana quente e com sol, quer dizer nem tão quente assim, 17 graus!!! Mesmo assim com muiiito sol e deu para aproveitar as lindíssimas paisagens.

Então, decidimos por Aldán no conselho de Cangas de Morrazo, lindo!


O conselho de Cangas de Morrazo, fica no sul da província de Pontevedra e esconde um dos numerosos tesouros naturais que a Galícia possui, sendo esses as praias paradisíacas com águas cristalinas e areais brancas, tesouros da humanidade e até uma Floresta Encantada em Aldán.

Apartamentos Ria de Aldán

Nos hospedamos nos Apartamentos Ria de Aldán e não poderia ter sido melhor, a história do local é sensacional e tem tudo a ver com família. Assim que chegamos, fomos recebidos pelo Manuel que nos contou que os Apartamentos de Ria de Aldán vem de família, a casa era da avó do Manuel, que com todo carinho e amor transformou o local neste empreendimento incrível. A energia é mesmo boa e dá para sentir na atmosfera todo amor empregado ali, tudo feito com tanto esmero.

No total são 6 apartamentos, completos, muito bem equipados e diga-se de passagem com decoração incrível.

Com uma área comum maravilhosa de mil metros quadrados, piscina, rede para descansar, horta, gramado extenso e até uma exemplar autentico de um espigueiro tradicional, é possível uma imersão no clima bucólico da região que mistura aldeias históricas com o mar de águas cristalinas.

Nosso quarto

Nós ficamos no apartamento que recebe o nome de Lagos. É na verdade, uma verdadeira casa que toda família precisa. Nosso apartamento por exemplo, tinha: Dois quartos, sala, banheiro e cozinha.

Tivemos total privacidade como casal e o nosso pequeno dormiu mais do que confortavelmente em uma enorme cama de casal só para ele, quer mais o que?? Aproveitamos demais o nosso final de semana em família.

Bem, se durante o dia corríamos para as atividades, a noite aproveitávamos para fazer uma bela refeição em família e assistir a um filme juntinhos.

Assim que chegamos, fomos até um supermercado e já escolhemos nossos jantares e cafés da manhã. Eu adoro essa liberdade, tudo que precisávamos estava lá.

Ahhh e se a roupa sujar, relaxa que tem máquina de lavar, fiquei boba! Ahhhhh, não quer lavar louça depois do jantar?? Também tem máquina de lavar louça rsrs.

Foi o descanso que precisávamos, ficamos duas noites e eu queria ter ficado maaaiiis!

Área externa

Como falei, os Apartamentos da Ria de Aldán vão muito além dos apartamentos em si, a área comum é enorme.


Foi um programa para tarde toda, com muita conversa e aprendizado, rsrs morri de rir quando falamos do pé de maçã e ele com toda razão nos respondeu que maçã não tem pé, né? Veja o vídeo completo!

Adoro essa ligação com a terra e poder mostrar que existe muito mais que uma tela na nossa frente é necessário.


Eu e o Igor aproveitamos a piscina, um ou dois mergulhos, mas o pequeno desta vez não encarou não, só mergulhou até a cintura e disse que já tava bom. A água estava congelante.

Ficamos um pouco sentados no gramado também, contando tudo que ele queria saber sobre as frutas.

O legal é que os Apartamentos da Ria de Aldán além dessa estrutura toda, ainda tem acessibilidade para quem tem mobilidade reduzida, estacionamento privado, wi-fi grátis, dentre outras coisas. Estou doida para voltar com meus amigos por lá e fazer aquele churrasco, nhammm. Sim também tem churrasqueira!!!!

O que fazer em Aldán

A região é riquíssima de atividades, linda em qualquer ângulo e ótima para todos os gostos.

Tem desde atividades radicais até as moderadas, ou quem sabe tem até as nada agitadas. Tem também para os que curtem floresta, trilha e até história, mas com certeza todos gostam as belas paisagens e isso tem para onde quer você vá olhar por lá.

Mergulho

Vou começar falando da atividade que mais me deixou apaixonada, o famoso mergulho com cilindro. Fizemos com a Buceo Rias Baixas, fica exatamente onde nos hospedamos, não precisamos nem sair de “casa” para chegar ao ponto de encontro.

Sério, troquei de roupa, subi e logo me encontrei para as primeiras noções de mergulho, eu estava MUIIIIITOOOO nervosa, eu nunca tinha mergulhado na vida. Logo eu, que amo água, não tinha me aventurado nesse mundo mágico do mergulho, então lá fomos nós.

Assim que chegamos, já recebemos aulas de como respirar, aprendemos os sinais usados em baixo d`água e outras coisas necessárias para o mergulho acontecer. Depois nos vestimos, com roupas bem fortes para aguentar a água que é um pouco fria e de fato eu não senti frio algum com essas roupas. Logo em seguida fomos para o mergulho!!!

Vamos para o mar!

No nosso caso, o mar estava literalmente para peixe e lá fomos nós! Enquanto um ficava brincando com o Emmanuel o outro mergulhava.

Primeiro coloca cilindro, depois, já na água coloca os pés de pato e logo os primeiros exercícios. Vamos respirar? Isso não demora nada e quando vemos já estamos lá de baixo, imersos em um mundo completamente novo! Um silêncio, onde sua respiração é o único som que vai escutar, folhas que dançam e animais escondidos que ao enxergar além do normal são vistos com uma beleza sem igual.

Os olhos treinados nos guiam para enxergar assim também e quando menos esperamos um belo cavalo-marinho está emaranhado nas folhas, opa são dois! Aqui tem mais um bichinho e ali vêm vários peixes quietinhos.

O fundo do mar é tão mágico que fica até difícil falar, uma sensação tão única, que eu juro que não quero demorar a voltar para o fundo do mar.


Fui tão bem recebida pelo pessoal do Buceo Rías Baixas, que qualquer medo que senti, saiu na hora! Até o incomodo dos ouvidos que começou a acontecer, saiu depois de uma mímica ou outra com as instruções passadas no meio do mar mesmo.

Se tem algo na vida que eu nunca vou esquecer é este mergulho, foi a minha primeira vez.

Praias

Outra coisa imperdível para se fazer em Aldán, mesmo no frio, é visitar as praias! O cenário de praias desertas, paradisíacas, com muita natureza e águas cristalinas, é sensacional.

Com certeza, assim que chegar em qualquer uma da inúmeras praias que ali há, a sua reação será igual: UAUUU!

É uma mistura de cores, que te traz um prazer instantâneo e dá vontade de ficar ali por horas e passar o dia, mesmo que de roupa contemplando aquele mar.

As praias ficam quase que uma seguida da outra, tivemos a oportunidade de vê-las pelo passeio de barco, que fizemos junto ao Buceo Rías Baixas e também desbravamos um pouco da região de carro. O acesso é estreito mas é fácil e o calçamento é bom.

Com o barco tivemos dimensão de quão maravilhosa é a região, vimos as fazendas de mexilhões e as milhares de cores que o mar de Aldán pode ter.

De carro, pudemos desbravar mais e mais cada lugar, entrando pelas ruelas e encontrando trilhas fechadas.

Fomos até praias que podemos chamar de só nossa, onde estávamos sozinhos. A não ser pela presença de um barquinho ou outro.

Amamos cada praia por onde passamos.

Floresta Encantada de Aldán

Essa é uma parada obrigatória para todos que estão com crianças, elas ficarão loucas com um castelo do tamanho certo delas. Ali a imaginação voa e as crianças podem brincar de reis no mini castelo imerso na natureza exuberante.

OK, mas que floresta encantada é essa?? Na verdade é um pomar que convida para uma viagem sensorial através de suas infinitas paisagens de vegetação nativa, antigos moinhos de água e a trilha sonora das águas do rio Orxas. O cenário parece ter saído de um conto de fadas.

Grande parte desta típica floresta atlântica galega pertencia aos Condes de Canalejas, sob o nome de Casa Torre de Aldán.

Saiba mais no vídeo completo

O castelo tem até a sua própria ponte sobre os Orxas. Hoje o musgo está à vontade por causa de suas pedras antigas, o que dá um charme ao lugar.

Cruceiro de Hio

Quando falo que a região é surpreendente vocês não imaginam o quanto! Todo tipo de turismo está presente, até mesmo o religioso ou arquitetônico. O Cruceiro de Hío é um destes exemplos, esculpido em 1872 por lgnacio Cerviño, é talvez o mais importante Cruceiro daqueles que são preservados na Galícia toda!

O Cruceiro se destaca pelo ar teatral presente e latente do período barroco. Outro ponto forte são seus detalhes esculpidos em pedra, é uma obra belíssima e cheia de detalhes.

Claro que a Igreja também não pode sair deste cenário. San Andrés de Hío é uma igreja interessantíssima por conta de sua antiguidade. Se observar com cautela, há muitos estilos compreendidos nela ao longo de sua história.

Monte Facho

Se você for doido por história e povos antigos, esse é um passeio que não pode perder!

Com ruínas romanas e pré romanas e misticismos celtas, corra para o Monte Facho e se encante, mas vá de olhos abertos porque as surpresas te esperam por lá.

Subindo o curto caminho que nos leva ao cume, você vai descobrir os restos de um forte galego-romano e o mais importante santuário pagão da Península Ibérica ainda em escavação.

A palavra facho se refere às fogueiras que se acendem como um farol para indicar a proximidade da costa. Entre os séculos X e XVII, a costa da Galícia foi submetida ao ataque sucessivo dos Normandos, Almanzor e dos Berberes. Acredita-se que foi o saque Berbere de 1617 que motivou a construção, provavelmente com pedras do castro e dos altares romanos.


Na ausência de defesas eficazes, os atacantes costumavam se estabelecer nas ilhas próximas à costa. Por pura necessidade, as populações se deslocaram de seus núcleos tradicionais na costa para áreas mais altas, tentando evitar ataques.

Farol Cabo Home e Punta Robaleira

Outro passeio que não pode faltar em sua vista à Aldán ou Cangas, é ideal para apreciar o por do sol sem igual! A costa tem um recorte que nos faz querer ficar ali contemplando o mar que invade as rochas, literalmente vendo o tempo passar enquanto o sol se esconde no horizonte, bem atrás das famosas Ilhas Cíes.

A paisagem é magnífica, como toda a região, mas nessa ocasião eu senti uma felicidade que não sei explicar.

Andamos por alguns quilômetros observando as árvores. A paisagem vai se modificando a cada metro, desde ribanceiras até florestas e praias.

Durante o caminho, fomos brincando em família. Emmanuel queria ver seu primeiro farol de perto, foi imaginando que seria o famoso farol da patrulha canina (desenho que ele tanto ama). O imaginário da criança é tão incrível, que de fato haviam cachorros ao pé do farol quando chegamos e ele nos disse que eram os personagens Marshall e Chase do desenho.

Farol Cabo Home

O Farol Cabo Home é a parte mais ocidental da península, foi construído em 1853, com 18 metros. O farol tem a importante missão de indicar a entrada do estuário de Vigo entre as Ilhas Cíes e a Casta de La Vela.

É um farol potente e sua luz atinge 12km , entretanto também há uma sirene caso o nevoeiro invada a costa, assim os navegadores estarão sempre avisados.

Logo que vimos o maior farol, seguimos para o próximo, logo perto; o Farol de Punta Robaleira.

Farol da Punta Robaleira

Para mim, este farol é mais bonito, porém menor, também é um local para apreciar melhor o por do sol.

Ele é composto por uma pedra cilíndrica, com um pequeno terraço. Sua cor vermelha faz total contraste com a paisagem, um charme a mais.

O farol foi construído em 1918 e sua luz também percorre 12 km. Se você reparar bem, próximo ao Farol, há uma cruz, ela está ali em memória ao marinheiro Pepe Ruiz. Devido a um colapso no motor, seu barco foi arrastado até as rochas, sem que ninguém pudesse socorre-lo.

Gastronomia

Tive o prazer de provar muito da gastronomia local. Mesmo que a gente tenha jantado todos os dias em “casa” almoçamos e até tomamos café da manhã fora.

Muitos frutos do mar e coisas deliciosas fizeram parte de nossa alimentação, Emmanuel ficou com peixinhos fritos e nós provamos desde mexilhões a polvos e tudo mais que possa vir do mar.

A dica que mais gostamos foi dada pelo Manuel. Bem no cais de Aldán, vocês encontrarão um container com tapas maravilhosas!


Já para o café da manhã, em um dos dias experimentamos guloseimas locais. Compramos uma tosta com queijo e jamón que era simplesmente MARAVILHOSA, tem mais ?? rs

Claro que o polvo não poderia ficar de fora, comemos um muito bom, como se fosse a lagareiro, porém melhor! Não sei bem explicar isso não, rsrs.

O que achamos de nossa visita a Galícia

Bem, não preciso explicar muito, né? Simplesmente amei conhecer esse cantinho de terra! Fiquei encantada com tanto de coisas que dá para fazer por lá.

O local é riquíssimo de paisagem, natureza, história, tudo! Assim que o sol sair novamente na primavera, eu voltarei com toda certeza desse MUNDOOO! Ahhhhh e claro, vou mergulhar, mais e mais e assim poderei ver os dois navios que estão naufragados por lá.

Não deixe de nos seguir no Instagram e curtir todas as nossas viagem em tempo real. Ahhh também temos muitas novidades toda semana por aqui! Ou viajar junto conosco em nossos vídeos no YouTube!



#ondeficar #mergulho #pliplin #aldan #puntarobaleira #buceo #apartamentos #mexilhao #ondeir #apartamentosriadealdan #dondodn #ruinacelta #Riadealdan #ondecomer #playas #fracon #cabohome #conselhodecangas #cangasdemorrazzo #cais #mergulhodecilintro #buceoriabaxa

Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Tem dicas, sugestões ou dúvidas? Envie agora mesmo a sua mensagem!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram