Indo embora de Salvador.


Bom era hora de acordar e voltar para vida real, tudo até então.. parecia um sonho perfeito.. Preta (Laísa), segurou meu pé e me acordou.. Hey Preta.. são dez para as seis!! Levannnntaaaaa!!! Como pode?? Jáááá??? Não quero irrrrrr Coloquei o despertador do celular para três horários diferentes.. Um eu sabia que não iria querer levantar.. o outro para me trazer à realidade e o último para levantar de verdade. Fiquei mais alguns minutos deitada, pensando se havia uma maneira de ficar, mas toda euforia por uma idéia nova de efetuar isso… era jogada no chão pela realidade sussurrando em meus ouvidos. Eu mesma conversava comigo… Cris, sua louca… você trabalha!!! Tem sua vida toda lá e planos e.. e… DOIDA!! Ahhhhh mas posso ter a vida aqui também!! Já arrumei até um trabalho =) Pois é, mas não assim do nada, zerada, sem muitos planos e ainda largando tudo por lá.. É tem razão, a Cris não erra.. sempre tem razão.. bosta! Meu cartão no limite e contas para pagar me ajudaram a lembrar que realmente tinha que voltar para o Rio. O conflito interno foi derrubado pela responsabilidade, enquanto Laísa voltava a dormir. Levantei, tomei meu banho, zonza de sono.. me arrumei, sem muito saber o que estava fazendo , coloquei tudo na mala, tranquei, respirei fundo e me despedi de Laísa, Denise, Márcia e trilhei meu rumo!! Denise me deu uma paçoquinha e um negresco para ficar de café da manhã, já que eu sai muito cedo e o café do albergue só começava as oito da manhã… Pois bem.. saí do quarto, dei uma volta pelo Hostel, ele estava vazio, silencioso, e triste.. respirei todo o ar que pude, para ter a sensação de ficar com um pouco dali em meu corpo, subi ao terraço e olhei aquela vista por uns 5 segundos.. tempo suficiente para as lágrimas quererem sair  e eu ir correndo embora! Atravessei a rua e fui para o ponto de ônibus que era em frente ao Albergue.. Enquanto esperava ficava contemplando aquela fachada, com delicioso terraço e muita coisa boa para lembrar.. Ahhh o Che Lagarto, Salvador e muito mais, como conseguiram me laçar? Me apanhar pelo coração?? Acho que foi a falta de credulidade que me pegou de surpresa… uma cidade que eu não dava nada.. me surpreendeu!

Pois a hora passou voando e quando percebi.. já tinha uma voz falando..


Entrei na aeronave, li um pouco.. e logo dormi!!! Babei bastantão.. vim sozinha, não tinha ninguém do meu lado!! E precisava descansar.. Chegaria no Rio e viria direto trabalhar..

Acordei só quando pousamos, catei as malas.. e um anjo foi me buscar no Galeão =)

É a vida continua.. e a próxima viagem já se aproximava.. =p

Fim..

*Fotos*

Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Tem dicas, sugestões ou dúvidas? Envie agora mesmo a sua mensagem!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram