O que fazer na Ilha da Madeira

Um destino sem palavras

Fomos, vimos, vivemos e nos apaixonamos pela Madeira. A Ilha da Madeira é um destino simplesmente incrível, e neste pequeno mini guia vou mostrar o que fazer na Ilha da Madeira, com as melhores dicas para tornar a sua viagem ainda melhor.

A Ilha da Madeira faz parte do arquipélago de ilhas vulcânicas situado no meio do Oceano Atlântico e constitui uma das regiões autônomas da República Portuguesa.

Apenas duas ilhas do arquipélago são habitadas, a Ilha da Madeira e a Ilha de Porto Santo e vou lhes contar o que fazer na Ilha da Madeira e um pouquinho sobre a Ilha de Porto Santo também!


PORTO SANTO



Portugal tem nos surpreendido demais, entretanto a Ilha da Madeira conseguiu superar as nossas expectativas. Conhecida como a Ilha das Flores, nos dá a sensação de termos mergulhado em um mundo encantado a todo momento. Há turismo para todos os gostos e tipos, desde praias paradisíacas ao campo, caminhas leves a esportes radicais. A Madeira tem um clima ameno ao longo de todo o ano e um povo alegre, receptivo e hospitaleiro.

Feche os olhos e respire fundo! As paisagens da Ilha da Madeira vão te tirar o fôlego, aliás não é atoa que a Ilha da Madeira ganhou o premio de “Melhor Destino Insular do Mundo” em 2015, 2016, 2017, 2018, 2019 e concorre agora em 2020 de novo pelo World Travel Award.


Aeroporto Cristiano Ronaldo

O Aeroporto da Madeira recebeu este nome em homenagem ao famoso jogador de futebol que nasceu na Madeira. Sua pista fica sobre o mar e é considerado um dos aeroportos com a aproximação mais complexa devido ao relevo da ilha. Muitos vídeos sobre pousos na Ilha da Madeira percorrem a internet, mas eu confesso que nas duas ocasiões que pousei na Madeira eu não senti nada de diferente, claro que posso ter dado sorte.


Foto oficial do Turismo da Madeira

Entretanto, uma coisa me chamou muito a atenção, a paisagem da aproximação é lindíssima, com o verde das montanhas, junto ao azul turquesa do mar. O Aeroporto Cristinano Ronaldo fica à 20km de Funchal, a capital da Madeira.


Ah! Outro ponto importante, ao sair do aeroporto ainda somos recebidos com água e bananas, fruta abundante na Ilha da Madeira. Neste momento você já consegue sentir o gostinho do acolhimento que a Ilha te proporcionará nos próximos dias.

Madeira e o COVID – Como é a viagem pós Coronavirus


Antes de falar o que fazer na Ilha da Madeira, vou contar um pouco sobre esse novo normal e como é viajar para a Madeira pós COVID. Para entrar na Madeira é necessário o teste negativo do COVID ou então realizar o teste no momento que desembarcar no aeroporto. Se optar pela segunda opção, terá que fazer "quarentena" (12 horas) no primeiro dia em seu hotel e terá a possibilidade de dar positivo e ter que voltar para casa sem aproveitar nada.

Nós fizemos o teste 72 horas antes do embarque para garantir qualquer surpresa. O teste de COVID para quem viaja para a Madeira e está em Portugal, pode ser feito de maneira gratuita. Encontre aqui a lista dos locais

Mesmo com o teste negativo na mão é necessário passar por uma triagem assim que descemos do avião. Será medida a temperatura corporal e teremos que apresentar nosso registro no site MADEIRA SAFE

Com este procedimento nos sentimos muito mais seguros para poder aproveitar este paraíso! Posso afirmar que hoje a Ilha da Madeira é um dos destinos mais seguros para se viajar.

O que fazer na Ilha da Madeira?

Separei algumas dicas do que fizemos e eu acho que não podem faltar na lista sobre o que fazer na Ilha da Madeira.




Funchal - Capital da Madeira


A atmosfera da Madeira é maravilhosa, todos são muito alegres e acabamos nos sentindo mais leves por isso. Encontrar bares com música ao vivo não é difícil.



É em Funchal que temos muitas atrações da Ilha como o Museu do CR7, o Teleférico do Monte, Carros de Cesto e outros.


Fizemos praticamente tudo a pé:

Museu do Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo nasceu na Ilha da Madeira, e é impossível falar da ilha sem falar dele, um dos melhores jogares de futebol que já tivemos até hoje, para não falar o melhor. Até hoje o jogador mantém uma relação próxima com sua terra. Seu irmão teve a ideia de criar o Museu Cristiano Ronaldo para partilhar com o Mundo todos os prêmios que o craque já recebeu, o museu é completamente privado, e é incrível a quantidade de prêmios que se encontram lá. No final é possível tirar uma fotografia com o Cristiano virtual.


Museu do Brinquedo

O Museu fica no antigo Armazém do Mercado, e é o maior acervo que já tive o prazer de ver aqui em Portugal! Desde brinquedos antiquíssimos aos LEGOs atuais.


Emmanuel pôde brincar um pouco com brinquedos tradicionais portugueses, lego e até mesmo um triciclo em forma de avião! Adoramos a nossa visita por este espaço.

Mercado dos Lavradores


Eu costumo dizer que os mercados municipais são o coração da cidade, vejo tanto a cultura local nos alimentos e pessoas que lá estão. Adoro visitar estes locais, e no Mercado da Madeira não foi diferente. Na sexta feira, a praça do mercado fica ainda mais colorida e cheia de frutas, já que vão mais feirantes. Nós amamos isso, pois fomos numa sexta feira. Provamos frutas locais, descobrimos o maracujá banana, o tomate inglês (tomate-arbóreo) e muitas outras frutas. Todas são uma delícia, adoramos sentir mais o sabor da Madeira.


Teleférico do Monte

É o maior teleférico a Ilha, fica na Zona Velha, em Funchal e nos leva ao Monte, de onde é possível descer com os famosos carros de cesto. A vista é simplesmente linda, sugiro que sente virado para o mar e desfrute da deslumbrante paisagem. Além disto é possível ver do alto o campo de futebol onde o Cristiano Ronaldo jogou com apenas 8 anos de idade.



Outros teleféricos:

→ Fajã dos Padre → Achadas da Cruz → Rocha do Navio → Fajã do Cabo Girão → Garajau → Jardim Botânico

Carro de Cesto

Os carros de cesto foram criados de uma necessidade, em 1850 era usado como meio de transporte para descer do Monte para o Funchal, entretanto hoje, mantêm-se a tradição e agora usamos como diversão. Os carros de cesto ainda são produzidos artesanalmente, feito de madeira e vimes, são conduzidos por dois carreiros, um de cada lado, por uma descida de 2km com duração aproximada de 10 minutos.


A descida do Monte para o Funchal é íngreme e garante a adrenalina junto com a diversão. Ótima maneira de conhecer um pouco mais da tradição da Madeira. Emmanuel adorou, foi gritando de alegria por todo o trajeto, e quando acabou queria mais!

Jeep Tour pela região central da Ilha da Madeira



Nós fizemos um jeep tour para apreciar ainda mais a paisagem deslumbrante das montanhas junto ao mar, essa combinação é perfeita! Nosso passeio foi com o Adventureland Madeira e neste passeio passamos por:

Câmara de Lobos

É uma vila de pescadores há apenas cinco quilômetros do Funchal, e de onde hoje ainda saem os barcos para pescar o famosos peixe espada, tão tradicional na Madeira. Sua paisagem junto ao mar é tão linda que inspirou o Sir. Winston Churchill a pintá-la e assim levou a Madeira para o Mundo.


A Câmara de Lobos recebeu este nome por ter muitas câmaras (grutas) onde os lobos marinhos (leões marinhos) ficavam, hoje os lobos marinhos estão nas Ilhas Desertas separadas para proteção ambiental Aproveite e ande pela vila, é charmosa e gostosa e prove uma deliciosa poncha antes de partir para a próxima atração.

Boca da Corrida


O mirante fica na parte alta do Estreito de Câmara de Lobos. É um mirante no meio das montanhas há mil metros de altitude, ali conseguimos ver a geografia totalmente impressionante da Ilha, onde o mar e as montanhas se casam e nossa alma respira feliz em poder ver algo assim.

Do mirante conseguimos ver o vale do Curral das Freiras, a Eira do Serrado e o Maciço central.

Curral das Freiras

Curral das Freiras fica no coração da Ilha rodeado por enormes montanhas. Não se sabe ao certo se o caldeirão onde hoje é a vila foi formado pela erosão ou por atividades vulcânicas.


É uma freguesia muito isolada e conhecida por suas castanhas, onde inclusive ocorre a Festa da Castanha, no mês de novembro. Tivemos o prazer de experimentar pratos a base de castanha no Restaurante Sabores do Curral.




O Curral das Freiras é uma pequena freguesia, rodeada por enormes montanhas, no coração da Ilha. Ambos os pontos de vista da Eira do Serrado e Paredão são excelentes locais para contemplar as magníficas vistas desta freguesia.


Cabo Girão

É o cabo mais alto da Europa e o segundo maior do mundo com seus 580m de altitude. Em seu mirante é possível ver a água cristalina através da plataforma de vidro que vai além da falésia em direção ao mar.


Eu que morro de medo de altura, fiquei tensa ao pisar e sentir a vertigem, entretanto depois de alguns minutos olhando aquela linda vista meu medo passou e pude aproveitar bem o local.



Cruzando a Ilha

Nós saímos de Funchal, onde estávamos hospedados e fomos para o Norte da Ilha, conhecer ainda mais suas belezas, mas claro que passeamos pelo meio do caminho.

Véu da Noiva

A paisagem do norte da Madeira é completamente diferente, com seus paredões gigantescos que terminam no mar e suas cachoeiras que brotam no meio das montanhas.




A cachoeira mais famosa, é a do Véu da Noiva, simplesmente linda e majestosa, uma enorme queda d’água brota do verde deslumbrante em direção ao mar, sem dúvidas uma paisagem que vale apena apreciar.

Ribeira da Janela

Para mim o lugar mais bonito, onde eu poderia passar horas! Enormes pedras negras surgem no meio do mar azul turquesa, onde tudo parece combinar.




O mar cristalino nos chama para um mergulho, o chão é de pedra vulcânica o que ajuda na clareza da água, quando não há sedimento balançando com as ondas, tornando o local um enorme aquário natural.

Aquário de Porto Moniz

O Aquário de Porto Moniz fica em um pequeno castelo, e é ótimo para mostrar aos pequenos um pouco mais da vida marinha. Seu ponto alto é o enorme aquário onde podemos ver bem as espécies.



Piscinas naturais

As piscinas naturais são lindas, sua paisagem é peculiar por ter origem vulcânica! Simplesmente sensacional a experiência de mergulhar em um local assim, a água é cristalina com rochas negras que saem da água dando um charme a mais.




Visitamos duas piscinas:


Piscinas de Porto Moniz


São piscinas com uma maior intervenção humana, onde o fundo é totalmente modificado, entretanto ainda é possível ver os rochedos de origem vulcânica ao redor. É cobrada uma taxa para entrar, entretanto há toda infra-estrutura necessária, como bar, banheiro e etc.



Piscinas Naturais do Aquário

São piscinas com uma menor intervenção humana, mostrando toda a sua natureza de formação vulcânica. É possível nadar em águas cristalinas e ver o mar batendo ao se debruçar, com cuidado, no muro que represa a água neste paraíso.




Vimos um belo por do sol, de dentro das piscinas.

Praia do Porto de Abrigo do Seixal


É uma incrível praia de areias negras, contrastante com o azul do mar e o verde das montanhas.





As montanhas verdes emolduram o local juntamente com o céu azul, fiquei apaixonada por esta praia. A área negra é muito fina e deliciosa para caminhar, brinquei com o pequeno, que pôde ir e vir ao mar calmo quantas vezes ele quisesse.





Mesmo no outono, devido ao clima ameno, foi possível entrar e aproveitar o mar, que para mim estava com uma temperatura maravilhosa.

Santana

Santana é um município na costa norte da ilha, onde encontramos um dos símbolos mais conhecidos da Madeira, as casinhas típicas de Santana, com seus telhados de colmo em forma de triângulo.

As paisagens montanhosas são lindíssimas com sua floresta Laurissilva de verde exuberante.



Parque temático da Madeira


É parada obrigatória para quem visita a Ilha da Madeira com crianças, fica em Santana e é possível encontrar atrações didáticas. É perfeito para entender melhor a criação das ilhas do planeta, flora e fauna. Além, é claro, de conhecermos a cultura madeirense, sua história e os atrativos da ilha. Sugiro que todos comecem sua visita por esta atração. Além de aprender brincando, ainda é possível andar de trenzinho ou mesmo barquinho para desfrutar de momentos incríveis em família.


Levada

É um aqueduto no chão construído no século XVI para levar a água do norte até o sul da ilha. É característico da Ilha da Madeira, ao seu lado há caminhos para pedestres. Não é difícil encontrar uma levada, basta ir um pouco fora das estradas principais para começar a apreciar uma levada e percorrer o caminho junto a levada.

Levada do Caldeirão Verde

Entramos em uma floresta encantada e nos deslumbramos com a cor do verde. Ao percorrer a Levada do Caldeirão Verde, conseguimos entender o motivo da Floresta Laurissilva ter entrado como patrimônio mundial.




A Floesta Laurissilva é úmida subtropical, com árvores da família das Lauráceas. Não chegamos até o Caldeirão Verde, este ficará para a próxima, entretanto é um passeio que vale muito a pena, e te leva até uma cachoeira LINDA!

Gastronomia da Ilha da Madeira

Claro que quando eu falo sobre o que fazer na Ilha da Madeira, sua gastronomia e sabores não podem ficar de fora. Vamos começar pela gastronomia tradicional.

Bolo do Caco


Na verdade o Bolo do Caco é um pão delicioso, que normalmente é servido com manteiga de alho e salsa! Encontra-se em todo canto, e normalmente vem de entrada nos restaurantes.



Lapas

Eu não conhecia e simplesmente me apaixonei, depois que provei foi minha entrada em todas as refeições.




As Lapas são um tipo de marisco, temperadas com alho e grelhadas em uma frigideira.


Espetada no Pau de Louro

Uma delícia! São cubos de lombo de vaca, temperados com alho, folhas de louro e sal! Ficam temperadinhos na medida certa e completamente suculentos! Depois que temperados são assados em um espeto feito do pau de louro, simplesmente AMEI.



Peixe espada preto

É um peixe muito tradicional da Ilha da Madeira, eu experimentei um com banana que estava maravilhoso! Um prato muito saboroso onde o sal e o doce casam muito bem, entretanto há diversos pratos com peixe espada na Madeira.



Atum

Já que estamos em uma Ilha, nada mais comum que o peixe ser bem usado em sua gastronomia. O atum é um desses peixes tradicionais, normalmente preparado grelhado com azeite, alho, sal e orégano. Já o seu acompanhamento, é o milho frito, completamente típico da Madeira.


Vinho Madeira


O vinho da Madeira é um vinho com teor alcoólico elevado, cor dourada e um sabor sem igual! Eu experimentei tanto o vinho madeira seco normalmente para aperitivo antes das refeições, quando o doce que é deliciado após as refeições como digestivo.

Foto oficial do Turismo da Madeira


Poncha

É a bebida tradicional da Ilha da Madeira e eu descobri que pode ser o pai da caipirinha! Sempre que parávamos, bebíamos uma poncha para alegrar o dia. Feita com aguardente de cana (nossa cachaça), mel e suco de limão, parece ou não a receita de uma deliciosa caipirinha? Pois é! Ainda há outras misturas, que levam suco de laranja ou até mesmo açúcar.


Não deixe de experimentar também o bolo de mel, ou o pão da casa feito de batata doce, uma delicia!



Onde dormir na Ilha da Madeira

Nós ficamos em dois hotéis, um na costa sul da Ilha da Madeira, e outro na costa norte da Madeira. Para mim essa foi a melhor combinação possível para conseguir aproveitar o que a Ilha tem de melhor!

Resort Vila Porto Mare - Costa Sul


Na costa sul da Ilha, nós ficamos hospedados no Hotel Porto Mare, que ocupa a ala central do Resort. A vista é incrível e mistura a estrutura do hotel com sua belíssima piscina, junto ao verde da Madeira e o azul do mar ao fundo. São 5 piscinas, 5 restaurantes, 4 bares, Spa, campos desportivos, ambientes para crianças e muitos espaços verdes lindos por todo o Resort. Os hospedes tem acesso livre para desfrutar desta maravilha!


Me senti no Caribe português, achei a infra-estrutura do hotel bem nos moldes americanos e caribenhos, quartos enormes, piscinas lindas e atendimento maravilhoso. O Hotel Porto Mare fica no Funchal, o que facilita encontrar bons restaurantes próximos ao hotel ou até mesmo variedade de passeios e operadores turísticos. Nós ficamos em um quarto maravilhoso com sala, dois banheiros com banheira, quarto de casal e um linda varanda! Além de uma comodidade excelente para quem viaja em família e privacidade total para o casal, já que o pequeno ficou em uma caminha na sala, ainda tinha uma cozinha completa! Próximo ao hotel também encontramos mini mercados com facilidade, caso queira cozinhar.

Restaurantes que nos deliciamos

Entretanto como queríamos mesmo aproveitar sem nos preocupar muito, comemos em restaurantes, alguns deles inclusive no hotel. O Varanda é um restaurante próximo à piscina, mais descontraído com snacks, saladas, sanduíches ou espaguete. Escolhemos ele para almoçar logo em seguida de nossa chegada à Ilha da Madeira. Pedimos uma saladinha para nós adultos e um espaguete à bolonhesa para o pequeno.


O Il Basilico é mais requintado, voltado para gastronomia italiana para desfrutar de um delicioso jantar.


Eu escolhi um delicioso risotto com polvo, camarão, cogumelos e speck e os meninos foram cada um em uma pizza! Yuuummmy.


Quinta do Furão - Costa Noroeste


Já na costa norte, na verdade noroeste da Madeira, nós ficamos na Quinta do Furão, com enormes montanhas emoldurando a paisagem junto ao mar! A Quinta do Furão fica no alto e isso nos dá a sensação de liberdade com a tranquilidade do paraíso.




O hotel tem duas piscinas, uma externa e outra interna e aquecida, área externa incrível, com parquinho infantil e vinhas para tornar o ambiente ainda mais especial. Me senti na Suíça portuguesa, a casa principal, e onde fica a maioria dos quartos tem um ar um tanto quanto das casas germânicas.



O quarto tem cores claras, com um mobiliário em madeira, super elegante e aconchegante, além de uma varanda incrível da qual apreciei um lindo nascer do sol todos os dias, esse é um dos benefícios de viajar no outono, o sol nasce mais tarde e podemos aproveitar este espetáculo sem acordar tão cedo.




Outro ponto muito interessante da Quinta do Furão, é que todo dia o hotel oferece uma atividade diferente aos hóspedes! Eu pude presenciar e aprender como se faz o pão da casa, muito tradicional de Santana! Um delicioso pão de batata doce. Cada dia a atividade é diferente para os hóspedes aproveitaram. Destaque para o café da manhã (pequeno almoço) maravilhoso, com delícias feitas na hora como: panquecas, waffles, eggs benedict, omeletes e outras. O centro de Santana está há 2km do hotel, sugiro que alugue um carro para aproveitar mais a região deste lado da ilha.

Restaurante do hotel


O hotel tem uma vista tão deslumbrante e uma gastronomia tão gostosa, que até os moradores da Ilha da Madeira vão ao restaurante desfrutar de bons momentos! Nos dois dias que estive na Quinta do Furão, jantei no restaurante e cada dia eu experimentei pratos diferentes, entretanto em todos, eu me rendi a mesma entrada, Lapas! Amei esse sabor da madeira. Voltando aos pratos principais, no primeiro dia pedi o Bife à Caldeirão Verde recheado de Queijo Roquefort em crosta de Massa Folhada, simplesmente divinal!!! Igor ficou babando e foi sua escolha no segundo dia, já para o primeiro ele escolheu o Rib Eye, tão suculento que desmanchava mesmo antes de cortar.




Para o meu segundo dia, eu quis algo mais do mar, pedi então o Polvo grelhado com Risoto Nero, que também estava maravilhoso! O pequeno foi no famoso bifinho com fritas, nos dois dias.

Porto Santo


Porto Santo nos surpreendeu das mais diversas maneiras, conseguimos pegar sol, chuva, vento e praia em um único dia! As paisagens são de tirar o fôlego e em sua pequena extensão é possível viver muitas experiências, vimos um deserto e mergulhamos no mar em poucos quilômetros de distância.

A ilha do Porto Santo, pertencente ao Arquipélago da Madeira, entretanto 71km separam as duas ilhas. Para chegar a Porto Santo, só há duas maneiras: avião ou barco saindo da Ilha da Madeira.

CLIQUE AQUI e veja O que fazer em Porto Santo

Tem uma área de 11km de comprimento e 6km de largura, e diferente da Madeira, em Porto Santo encontramos praias de areias douras, e por isso, também é conhecida como a Ilha Dourada.



Conseguimos ver vulcões inativos, com pedras derretidas pela lava, formações rochosas únicas e muitas outras surpresas, mas essas eu deixo para o texto "O que fazer em Porto Santo", onde conto tudo sobre essa linda ilha!

O que tem para fazer na Ilha da Madeira além do que fizemos:


Sem dúvidas eu não fiz tudo que tem para se fazer na Ilha da Madeira, afinal a Madeira é um paraíso sem fim! Mas pude sentir um gostinho com a certeza que um dia eu volto para fazer ainda mais! Deixo aqui uma listinha de coisas que acho que também valem a pena e estarão presentes na minha próxima visita, espero que tenha ajudado a planejar uma viagem que com certeza será lembrada para sempre. → Grutas e centro de vulcanismo de São Vicente → Pico Ruivo → Pico Arieiro → Costa de São Jorge → Ponta de São Lourenço (o percurso todo demora cerca de 5 horas) → Passeio para ver golfinhos → Cachoeira do Caldeirão Verde



Não deixe de nos seguir no Instagram e curtir todas as nossas viagem em tempo real. Ahhh! Também temos muitas novidades toda semana por aqui! Ou então, venha viajar junto conosco em nossos vídeos no YouTube!

Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Tem dicas, sugestões ou dúvidas? Envie agora mesmo a sua mensagem!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram