O que fazer no Porto com um roteiro completo

A cidade invicta

Vamos viajar no tempo e mergulhar em contos de fadas ? Porto é conhecida como a cidade invicta e sua história é de tirar o fôlego. Saber um pouco mais desta história é essencial para um roteiro no Porto repleto de surpresas. Então senta que lá vem história e muita dica legal sobre o que fazer no Porto. Ruas e ruelas medievais, museus, azulejos, personagens históricos, piratas, e claro, muito vinho. Vinho do Porto!

Afinal, quem nunca ouviu falar dessa bebida dos deuses? O famoso vinho do Porto é mesmo uma delicia que deve ser mais do que apreciada.

Bem, mas antes de falar dessas maravilhas todas vou contar um pouco da história dessa cidade incrível.

História do Porto

Porto é conhecida como a cidade invicta. Mas esse fato não é apenas por ter participado de guerras com os maiores impérios do Mundo, e sim por algo que está ligado ao Brasil.

Esse título foi dado pela própria rainha D. Maria II, filha de D. Pedro IV (D. Pedro I do Brasil) em reconhecimento aos esforços durante as lutas liberais. D. Maria II cumpriu a vontade do pai, que mandou acrescentar novos elementos ao brasão e incluir o título de invicta a cidade do Porto.

Mas como assim, Cris? O que isso tem a ver com o Brasil? O cerco do Porto durou mais de um ano, a cidade foi sitiada, sofreu com a guerra, fome e doenças, mas se manteve forte e invicta ao defender os ideais liberais de D. Pedro. Enquanto seu irmão D. Miguel, tentou tomar seu poder em prol das forças absolutistas. Claro que não há como não misturar essa guerra com a história do Brasil.

Vou explicar:

Portugal decidiu mudar seu império para o Brasil para continuar a governar o país, uma ótima estratégia para Napoleão não conseguir tomar o poder português. Entretanto, isso não foi um impedimento para as tropas napoleônicas continuarem a tentar.

Depois disso, Portugal ainda foi vitima de três invasões francesas, que foram expulsas pelas tropas luso-britânicas. Napoleão tanto que tentou, mas não conseguiu de maneira alguma tomar o Porto. Eu falei que o Porto era danado, realmente é a cidade invicta!

Bem, continuando a história, em 1820, no Porto, houve uma revolução de cunho liberal, que fez-se necessário criar uma a Constituição de 1822, exigindo o regresso da corte a Portugal.

Absolutismo x Liberalismo

D. João IV, monarca da época, volta a Portugal e deixa no Brasil D. Pedro IV (D. Pedro I do Brasil), que acaba por proclamar a independência do Brasil.

Em Lisboa, D, João IV segue a constituição, onde ao rei cabe um papel simbólico, mas quatro anos depois D. João IV morre e tudo começa a mudar. D. Pedro I do Brasil agora era Imperador e não podia governar duas nações, isso seria facilmente solucionado se D. Pedro abdicasse ao trono do Brasil ou se D. Miguel, irmão de D. Pedro não fosse um adepto confesso do absolutismo, logo se ele subisse ao trono, a constituição estaria em perigo! Muita negociação foi feita até que chega a solução.

D. Pedro IV decide abdicar seu trono português para a sua filha Maria da Glória (D. Maria II), que tinha apenas 7 anos de idade. Entretanto em 1826 faz a carta Constitucional de 1826, substituindo a carta de 1822 e tenta conciliar os absolutistas e os liberais deixando seu irmão D. Miguel como regente de D. Maria II. Mas D. Miguel era sedento pelo poder e seu ideal absolutista não pôde esperar. Convocou cortes tradicionais, anulou a monarquia e se coroou rei absolutista!

A força do Porto

Jogada perfeita, se o Porto e D. Pedro IV não fossem tão fortes. Assim que D. Pedro I do Brasil soube desta traição, abdicou do trono brasileiro, deixando seu filho D. Pedro II do Brasil no poder, como Imperador do Brasil e voltou a Portugal para liderar o movimento a favor da restauração da monarquia constitucional em Portugal.

Foi um período muito complicado que durou um pouco mais de um ano, entre 1832 a 1833, mas o Porto se manteve forte e fiel por todo esse momento! A Cidade Invicta protegeu o ideal liberalista e se manteve ao lado de D. Pedro, mesmo passando por fome, doenças, e claro, muita guerra.

Depois disso, D. Pedro IV disse que seu coração sempre seria do Porto e assim é até hoje, quando faleceu, sua Filha D. Maria II entregou o coração de seu pai à cidade, deixando-o na Igreja da Lapa onde está até hoje.

A história é linda, não é mesmo?? Você por um acaso imaginava que o Porto e o Brasil tinham uma história tão emaranhada? Tive essa feliz surpresa apenas quando conheci as belezas do Porto a fundo.

E agora que já conheces um pouco mais dessa linda história vou contar o que fazer no Porto com um roteiro completo. Um verdadeiro guia cheio de surpresas e conexões com o Brasil.

Estação de São Bento

A estação de São Bento vai muito além de uma simples estação de trem, ou comboio, como chamam os portugueses.

É uma verdadeira obra de arte com seus mais de 20 mil azulejos pintados à mão! Assim que entramos ficamos estupefatos com tanta riqueza de detalhes, além da grandiosidade da história retratada em suas paredes.

A tradição está marcada naqueles azulejos, desde a realeza até os campos, é lindíssimo! Se puder optar para iniciar seu roteiro pelo Porto por esta estação, não pense duas vezes! Vá à Estação São Bento mesmo que não necessite de nenhum trem/comboio, é realmente surpreendente e tem de estar na sua lista do que fazer no Porto.

Sé do Porto

Toda cidade europeia tem uma Sé que chama a atenção e no Porto não seria diferente. A Sé na verdade nada mais é que uma catedral majestosa e grandiosa. A Sé do Porto fica no alto do morro, com uma vista privilegiada da cidade e um lindo entardecer.

A Sé do Porto como muitas outras ao redor da Europa, é um verdadeiro emaranhado de arquiteturas seculares no mesmo conjunto. Sua construção data do Séc XVII até o Séc XX, com muitas histórias gravadas em suas paredes.

A Sé do Porto é muito importante e já foi palco de casamento real, onde o Rei Don João I e a Rainha Filipa se casaram no ano de 1387, vista a este monumento não pode ficar de fora de seu roteiro e das dicas de o que fazer no Porto.

Ribeira

Claro que eu não poderia deixar de falar sobre a ribeira, um dos pontos chaves da cidade do Porto! Repleta da cultura e de suas roupas penduradas nas janelas a beira do Douro.

A atmosfera da ribeira é rica de energia boa, com muitos restaurantes e músicos animando o local, é difícil resistir a tentação de sentar a apreciar por muitos minutos aquele lugar.

Sente e sinta, e se quiser aproveite para experimentar uma francesinha, prato típico da culinária portuense.

Pontes Ferro Luis I e Maria Pia

São lindíssimas as pontes de ferro que atravessam o Douro e ligam a Ribeira até a Vila Nova de Gaia, Ambas foram construídas no Séc XIX e sua arquitetura tira o fôlego de qualquer um.

Com certeza você já viu alguma foto da Ponte Luís I, um dos símbolos da cidade! Sua beleza não é atoa, sua maravilhosa arquitetura e beleza foi finalizada por um estudante de Gustave Eiffel, isso mesmo! Reconheceu o nome? Gustave foi o mesmo que criou a Torre Eiffel, outro monumento famoso por todo o Mundo.

É possível atravessa a ponte à pé e o ver o Douro, dourado aos nossos pés é simplesmente delicioso! Eu mesma que morro de medo de altura, perante aquela paisagem esqueci deste fato e fiquei estonteada com tamanha beleza.

Vinho do Porto

Claro que não pode faltar muito vinho no roteiro. Oba, vinho do Porto! Mas o que faz esse vinho tão famoso? Sua riqueza, intensidade de aroma e diversidade sem igual. Além de um teor alcoólico elevado, entre os 19 e 22%. Tive o prazer de visitar as caves em Vila Nova de Gaia e experimentar o Ruby, Tawny, branco, rose e outros.

É um passeio super gostoso e encontrar uma boa cave não é difícil. Há diversas maneiras para degustar essa maravilha, desde uma simples degustação acompanhada de petiscos até um visita completa ao laboratório do Instituto dos vinhos do Douro e do Porto.

Teleférico

Depois das caves vá direto ao teleférico, fica mesmo perto e ver a cidade de cima é uma grande privilégio.

Bem do lado do Rio Douro, onde o por do sol o deixa dourado com uma momento mais do que mágico. Aliás será que o nome douro vem deste lindo momento?? É um passeio rápido, mas que se eterniza em nossas mentes.

Arqueossítio da Rua de D. Hugo

Bem no meio do coração do centro histórico do Porto, é possível viajar no tempo e conhecer desde as primeiras ocupações humanas na cidade.

São 20 camadas arqueológicas e três metros de profundidade!!! Quem gosta de história e de arqueologia, é um prato cheio e não pode estar de fora da lista sobre o que fazer no Porto. Eu disse que esse seria um guia recheado de dicas sobre a cidade invicta.

Torre dos Clérigos

Uma belíssima torre no meio do Porto. É quase impossível não notar a majestosa torre que por muitos anos foi a construção mais alta do Porto. São muitos degraus para chegar em seu topo, porém vale cada esforço, a vista de cima da cidade é lindíssima.

A Torre dos Clérigos teve algumas funções ao longo dos anos, além de ser uma torre sineira, serviu para marcar o tempo, foi telegrafo comercial e até um marco de orientação para as embarcações . Muitas outras funções vieram com o tempo e foi utilizada até mesmo como ponto estratégico para combates militares e políticos.

Igrejas e azulejos

O porto tem muitas igrejas, mas algumas se sobressaem pela beleza e riqueza de detalhe de seus azulejos. Para mim a mais bonitas dentre elas é a Capela da Alma ou Capela de Santa Catarina, situada na freguesia de Santo Ildefonso, simplesmente linda!

Se permita percorrer a cidade das mais diversas maneiras e descobrir um tesouro a cada esquina!

Livraria Lelo

Quem nunca ouvir falar da história de Harry Potter? Mas o que isso tem a ver com o Porto? Essa cidade é maravilhosa, não é? Calma que vou te surpreender mais ainda sobre o que fazer no Porto e suas mil histórias.

E se você visitar a livraria vai ter certeza disto, veja a escadaria maravilhosa que há por lá =) Alias não foi só a livraria que data do ano de 1906, que serviu de inspiração. Já viu as vestes da Universidade do Porto? Pois então! Se és fã desta série mágica de livros, não deixe de inserir a livraria nos itens do que fazer no Porto e rechear seu roteiro com magia.

Museu de Arte Sacra e Arqueologia

Imagina ver como os pré históricos viviam com seus reais artefatos? Neste museu é possível! Com um acervo incrível que vai desde a pré história ao período romano e esculturas do século XII ao século XVIII.

Praça de Mouzinho de Albuquerque ou Rotunda da Boavista

A Praça de Mouzinho de Albuquerque é a maior praça da cidade do Porto , popularmente também é conhecida como Rotunda da Boavista. É nesta praça que fica um monumento incrível e faz jus ao nome da cidade invicta!

Há um monumento que celebra a vitória do exército luso britânico (leão) sobre Napoleão (águia). Vale lembrar que Napoleão foi derrotado por um exército luso inglês ou britânico

A Terrinha é pequena, mas a sua força é enorme!

Parque Serralves

Uma enorme área verde, com seus 18 hectares de plantas, árvores e jardins muito bem cuidados. É uma delícia para passear, e claro, tirar várias fotos também.

Opa, já viram uma pá gigante? Use e abuse da criatividade e tire muitas fotos como se você fosse pequenininho.

Aproveite também e visite a Casa de Serralves, na mesma propriedade. Situada na antiga quinta do conde de Vizela, é considerada um exemplar único da arquitetura Art Deco em Portugal.

Forte de São Francisco Xavier

O forte data do século XVII e servia de proteção contra os piratas, UAU! Isso mesmo! Que lugar fascinante, de reis, rainhas e piratas!! É mesmo de contos de fadas.

Neste passeio também tem uma rota arqueológica, onde é possível ver uma das mais antigas rochas de Portugal.

Sea Life

É um enorme aquário com 700 000 litros d`água! Claro que quem viaja com criança não pode deixa de conhecer.

São muitas espécies presentes no Sea Life, junto em seu túnel mágico! O Sea Life do Porto é muito preocupado com a emissão de carbono, achei legal que tem uma iniciativa de carbono positivo, mas o que isso significa? Encheram seus telhados de com painéis solares, também diminuíram o seu consumo de energia, e acabaram por ornar o consumo completamente sustentável!

WOW! World of wine

O World of Wine fica no coração histórico de Vila Nova de Gaia, e se você vai à cidade do Porto e quer saber mais sobre vinho, cortiça, moda e até mesmo mais sobre a história da cidade do Porto, não pode deixar de conhecer este espaço. A entrada na praça central do WOW é gratuita e tem muitas opções de restaurantes. Nós escolhemos o Golden Catch, especializado em peixes, simplesmente delicioso! A vista faz o casamento perfeito com o paladar, proporcionando uma experiência única.

Sugiro que em sua visita pela cidade, vá ao menos uma tarde neste espaço para aproveitar o por do sol, com a vista espetacular do Porto degustando um ótimo vinho. Conheça os museus e aprenda brincando em seus espaços completamente interativos! No museu do chocolate por exemplo é possível fazer a sua própria barra de chocolate, ou então provar um delicioso vinho no final da visita onde se conhece toda a histórica deste líquido dos deuses. No museu do Porto, é incrível como aprendemos sem sentir, existe até um cinema com documentários incríveis para enriquecer ainda mais a história da cidade.

Os museus:

  1. The Wine Experience – Vinho

  2. Planet Cork – Cortiça

  3. Porto Region Across The Ages – História da cidade do Porto

  4. The Chocolate Story – Chocolate

  5. The Bridge Collection – Coleção de copos

  6. Porto Fashion & Fabric Museum

Palácio da Bolsa ou Palácio da Associação Comercial do Porto

Sem dúvidas tem que estar entre as opções do que fazer no Porto, é uma construção lindíssima de 1842! É uma mistura de traços arquitetônicos desde o neoclássico oitocentista, neopaladiano inglês e até a arquitetura toscana. Sua escadaria é maravilhosa e suas salas são incríveis, ainda mais quando sabemos que nem tudo o que vemos é de verdade, muitas das madeiras presentes na sala, na verdade são gesso, incrível! A riqueza de detalhes é surpreendente. No Salão Árabe, uma sala reluzente e linda, sem dúvidas o ponto alto da visita!

A cidade do Porto é simplesmente incrível! São muitas surpresas pelo caminho, aproveite para se perder e surpreender nesta linda cidade antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta!

Veja também:

  1. Igreja de São Francisco, onde foi construída entre o século XIV e XVIII.

  2. Largo de São Domingos

  3. Rua das Fores

  4. Igreja da Misericórdia

  5. Museu da marioneta

  6. Palácio de Cristal

Não deixe de nos seguir no Instagram e curtir todas as nossas viagens em tempo real! Entretanto não esqueça de nosso canal do YouTube tem muiiita dica e viagem legal. E claro por aqui sempre traremos novidade

Leia também:

Braga a cidade romana portuguesa Fundão – Um passeio delicioso pelo Centro de Portugal Douro Verde uma terra fértil de literatura Além da Serra da Estrela Castelo do Almourol

Todas as fotos do texto foram tiradas pelo fotografo Cristiano Silva da Midtones Photography

Olá, que bom ver você por aqui!

Não deixe de se cadastrar para receber toda as novidades do site!

Fique por dentro de todos os posts

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Tem dicas, sugestões ou dúvidas? Envie agora mesmo a sua mensagem!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram